Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

 

 

 Rapariga desconhecida numa convenção de tatuagens

 

Rockabilly é um popular estilo de música da década de 50, combinando rock n’ roll com bluegrass (dando origem ao nome, que combina “rock” com “hillbilly”). As modas associadas ao estilo musical estão a tornar-se cada vez mais e mais populares na sociedade moderna. Elvis Presley é provavelmente o músico mais famoso associado ao estilo e á música Rockabilly. 

Dicas:

1.     Faz compras em lojas vintage, de segunda mão, de velharias. Esta é a melhor maneira de encontrares roupa verdadeiramente Rockabilly. Procura também por feiras de velharias e se vives em grandes metrópoles, procura na Baixa da cidade, nas lojas com roupa que é considerada para pessoa de idade, ou talvez até tenhas a sorte de ter uma loja especializada em roupa vintage na cidade onde moras, no Porto e Lisboa existem, por exemplo. Recorda-te: que a roupa que vais vestir era a que estava em voga nos anos 50. Portanto, faz uma pesquisa histórica, procura tudo acerca da gloriosa época do pós-Segunda Guerra Mundial, em que o clima de terror havia desaparecido e foi substituído por uma boa disposição, com uma sociedade conservadora, mas com jovens rebeldes, cujos filhos na década seguinte iriam tomar o rumo Hippie, como alternativa à sociedade do consumo. Faz o teu trabalho de pesquisa, tem um olho analítico e crítico para seleccionar o que gostas e o que não gostas nos visuais nos anos 50 e depois adapta-o ao teu próprio estilo.   

2.     Começa pelo penteado:

o    Para os rapazes: Naquela altura os homem usavam poupas com muita brilhantina; vê o penteado de Joaquin Phoenix no filme “Walk the Line” para uma versão mais modernizada. Examina fotografia de Elvis Presley para inspiração ao teu penteado. Em termos de cor, depende da vertente em que estejas interessado. Se desejas um look mais clássico, mantém-te na paleta de cor mais natural (preto, castanho, ruivo e louro), mas se queres uma vertente mais Psychobilly já tens mais liberdade de escolha nas colorações que queres ter no teu penteado. Por exemplo: podes usar o cabelo penteado em poupa, pintado de preto e com uma madeixa branca a deslizar pela poupa.

o    Para as raparigas: O mais clássico penteado rockabilly é o cabelo preto, com franja em formato côncavo e cabelo comprido, ligeiramente ondulado. É uma boa opção, um clássico eternizado por Bettie Page, a Queen Pin-Up por excelência. Outro penteado muito popular entre o estilo é o rabo-de-cabelo, ondulado na ponta e com uma poupa no cimo da cabeça. Acessórios são muito utilizados para embelezar os penteados rockabilly; desde lenços clássicos, a grandes ou pequenas flores (rosas, flor de magnólia, girassóis, hibiscos, margaridas, etc.), laços, ganchos, entre outros. O penteado de Marilyn Monroe também é usado dentro do estilo. Os cabelos podem ter a paleta de cor que desejares, dependendo da vertente para a qual estejas mais inclinada. Se queres um look mais clássico, mantem-te fiel aos tons naturais (pretos, castanhos, ruivos e louros), se queres a vertente mais Psychobilly podes ir para as cores extravagantes. 

3.     Se és rapariga, a maquilhagem é muito importante: é importante saber que nos anos 50, as mulheres utilizavam uma maquilhagem muito mais carregada e requintada da que as mulheres usam actualmente. Isto não significa que seja mais complicada de efectuar, ou que tenhas de te levantar uma hora mais cedo para maquilhares o teu rosto. Na realidade, é muito simples. Mantem um rosto limpo e bem tratado. Geralmente as raparigas deste estilo têm um ar de bonecas, de pele requintada e clara. Mas se a tua tez não é clara, não significa que não possas aderir a este estilo, com o qual te identificaste. Assim, como nem todas têm a sorte (e os genes) de ter uma pele livre de acne, utilizar uma boa base é importante, de preferência uma que respeite a pele, pois a base age como uma máscara, que tapa os poros, é importante que utilizes uma que seja de uma boa marca. O batom é um elemento essencial; o batom vermelho (toda a paleta de vermelhos) é o mais utilizado, é o mais clássico dos batons e era o preferido nos anos 50. Podes utilizar eyeliner preto para criar uma linha grossa sobre a pálpebra superior terminado após o fim do olho, a pintura chamada "olhos de gato". Este tipo de maquilhagem, actualmente, é muito associado a Amy Winehouse. Podes também experimentar pestanas falsas compridas. Pesquisa por actrizes e modelos pin-up dos anos 50 e observa a sua maquilhagem.  

4.     Vestir Rockabilly (rapazes) Quando toca ao guarda-roupa, o rapaz tem dois básicos essenciais: calças justas de ganga escura ou preta e um clássico blusão de cabedal preto. Este tipo de vestuário pode ser adquirido em todo o tipo de lojas. Pólos, camisas clássicas, vintage, cardigans (casacos de malha), casacos de baseball, casacos de ganga, camisolas de algodão com padrão riscas (branco/preto e azul-escuro/branco são as mais populares), camisas havaianas também são utilizadas. As cores mais utilizadas são preto, branco, vermelho, azul-escuro. Procura por itens de vestuário em lojas de segunda mão, de velharias, e se viveres numa metrópole, tens a sorte de ter ao teu dispor lojas especializadas neste tipo de vestuário. No calçado, são utilizados sapatos e botas vintageConverse All Stars, Creepers, alguns utilizam Doc Martens.    

5.     Vestir Rockabilly (raparigas) No caso das raparigas, quando toca ao guarda-roupa há muito por onde escolher! Tudo depende do gosto pessoal e do look para o qual estás mais inclinada. Se pretendes um look mais clássico, prefere a roupa vintage: vestidos cintados e de saia rodada (de cores planas, estampado floral, bolinhas), saias rodadas, saias pencil, calças de tecido com cintura subida e com corte acima do tornozelo, pólos, blusas clássicas, camisas vintage, golas sweet-heart, sempre cinturas subidas, cardigans (casacos de malha), entre muitos outros. Procura por imagens de mulheres e raparigas nos anos 50 e observa o seu vestuário. Para calçado, sapatos vintage, sabrinas e sandálias clássicas rasas, de salto alto ou cunha. Se pretendes um look mais inclinado para o Psychobilly, prefere as calças justas, de ganga escura ou preta, blusões clássicos de cabedal, casacos de ganga, para parte de cima usa os clássicos mas tens a vantagem de poder acrescentar padrão leopardo, zebra, tigre, riscas (branco/preto, branco/azul-escuro, vermelho/branco são as favoritas). Para o calçado, escolhe os clássicos e tens ao teu dispor, ainda, Creepers, Mary Janes, Doc Martens e Converse All Stars. Os acessórios são de uma grande importância, de igual forma. Além da decoração do teu penteado, tens ao teu dispor colares, prefere os clássicos vintage, dourados e pequenos, não uses colares compridos. Podes usar cerejas, pardais, dados, lenços clássicos. No estilo Rockabilly, as mulheres têm a inclinação de usar mais enfeites de cabelo e colares, do que anéis e pulseiras.  

6.     Podes usar algum vocabulário Rockabilly. Aqui estão algumas sugestões, seguidas pelas traduções:

o    Cat – uma pessoa sem “papas na língua”;

o    Ginchiest – o mais fixe;

o    Long Green – dinheiro;

o    Dolly – rapariga bonita;

o    Radoactive – fixe;

o    Threads – roupas;

o    Peepers – óculos.

7.     Ouve música Rockabilly: Começa a tua pesquisa por música dos finais dos anos 40 e até ao final dos anos 50. Procura por músicos de Rock n'Roll, Boggie Woogie, mas também de Jazz, Blues e Soul. Elvis Presley, Carl Perkins, Jerry Lee Lewis, Gene Vincent, Charlie Feathers, Johnny Cash, Jumpin' Gene Simmons, e Buddy Holly. Se estás interessado numa onda mais Psychobilly, procura por esse estilo e por Punk. Stray Cats, The Cramps, Meteors, Legendary Stardust Cowboy.  

Bernie Dexter

Bernie Dexter  (modelo pin-up)

Sugestões:

·        Nada melhor para conhecer outras pessoas e novas inspirações musicais, do que ir a concertos e festas que tenham este tipo de música. Vais passar um excelente tempo na companhia de pessoas que têm gostos semelhantes com os teus, ouvir boa música, beber um copo ou dois com os amigos e com os novos, aprende as danças dos anos 50 (como o twist e o foxtrote, entre outras) e sai a ir dançar. As saídas nocturnas nos anos 50 tinham imensa diversão, música agitada e passos de dança frenéticos a acompanhar;

 ·       Se tens preferência pelo Psychobilly, deves saber que a Body Art (tatuagens, piercings, alargadores/dilatadores) é muito associada, na actualidade, com este estilo. A maioria dos Rockabillies de hoje têm tatuagens, piercings e alargadores nas orelhas. O estilo de tatuagem Old-School é o favorito; pois é o estilo americano clássico de tatuagem, com que os marinheiros e os rebeldes se tatuavam nos anos 50. Pin-ups, âncoras, cerejas, pardais, dados, adagas cravando corações clássicos, corações clássicos, pistolas, entre tantos outros, são os preferidos. Contudo, se não gostas de Body Art não tem de a ter no teu corpo apenas porque é Rockabilly. Mantem-te fiel a ti próprio;

·     Nos anos 50, as mulheres com curvas eram muito valorizadas e consideradas sex-symbols, ao contrário do que hoje se assiste com as esqueléticas modelos de passerelle. Mas como o estilo Rockabilly não é actual, mas sim um revivalismo dos anos 50, as curvas aqui tomam posse, de novo! Imensas modelos pin-ups na actualidade ainda utilizam espartilhos para esculpir e acentuar as suas curvas. Portanto, se tens curvas, exibe-as! Elas são femininas, sensuais e ficam maravilhosas com este estilo alternativo que sabe como favorecer o corpo da mulher. Não é estranho ser considerado o estilo alternativo mais feminino.

Sabina Kelley

Sabina Kelley (modelo pin-up)


música "Let's Twist Again" - Chubby Checker

publicado por Be Alternative Blog às 23:20 | link do post | comentar

13 comentários:
De Lola*** a 24 de Julho de 2008 às 09:37
Ola!!
este blog ta mt fixiii...axo k me vai ajudar mt a saber mais sobre os estilos...xD
espero k continues a postar...k eu vou vendo...LOOOL
olha se kiseres ver o meu blog:http://cinema_bizarre_blog.blogs.sapo.pt/
se kiseres tbm podes adicionar-me como amiga...
MTS BJS***


De Be Alternative Blog a 25 de Julho de 2008 às 13:38
Muito obrigada pelo elogio! : )

Esse é o objectivo do blog, que ajude quem quer entrar num estilo ou para quem tem apenas curiosidade, que suponho que seja o teu caso.
Podes vir todos os dias pois eu posto diáriamente!

Vou já ver o teu blog : D

Beijinhos e Obrigada pela Visita ^^


De maciel a 24 de Janeiro de 2009 às 15:30
esse blog é um fixxxeeee!!!! agora sim viro punk!!!!


De Ansu a 11 de Maio de 2009 às 06:26
Parabéns pelo blog, as informaçães aqui contidas são radoactive ,para quem esta no inicio de um new estyle, abraço.


De T.U. a 5 de Março de 2010 às 17:57
Tens um estilo considerado diferente?

Sejas punk, freak, ploc, gótico, preppy, nerd, afro ou tenhas qualquer outro estilo que 'fuja' dos padrões ditos "normais", candidata-te a seres entrevistado(a) por nós e participa numa "roda gigante" (debate) de tribos urbanas na comunidade escolar, do estabelecimento de ensino ESGC!

Caso não te identifiques com nenhum dos estilos, mas conheças alguém que se enquadre neste panorama, transmite a mensagem e ajuda-nos a encontrar uma maior diversidade para mostrar que a diferença faz parte da igualdade!

Para participares, envia-nos um e-mail com fotografias onde apresentes o teu estilo, e acrescenta ainda as tuas características e o teu ponto de vista em relação à temática, isto é, defende as tuas convicções apresentando-as de forma convidativa.

tu.tribosurbanas@gmail.com

De qualquer modo, visita www.tutribosurbanas.blogspot.com !


De Aline a 25 de Julho de 2010 às 01:55
eu gostei muito...mais ainda ta dificil pra mim tornar,então alguem pode me ajudar???
me add no orkut:lika_stranger@hotmail.com


De Margarida a 2 de Março de 2011 às 21:47
Muito boas dicas, muito completo. Adorei imenso!


De Allexia Lefundes a 17 de Abril de 2011 às 12:52
o nome da mulher da primeira foto é Cherry Dollface.


De Karina Kohem a 22 de Junho de 2011 às 12:05
Olá! Gostaria de saber de onde você tirou essas informações sobre rockabillies. Estou fazendo um trabalho sobre eles e me ajudaria muito. Obrigado.

Karina Kohem


De Be Alternative Blog a 23 de Junho de 2011 às 00:40
Retirei alguma informação da Wikihow, mas muita também veio da minha experiência pessoal, até porque bastantes amigos meus adoptaram esta subcultura.


De Karina Kohem a 24 de Junho de 2011 às 12:00
Obrigada pela ajuda.


De miss violet a 29 de Outubro de 2011 às 02:56
ola!
gostei muito deste post!!devo ter nascido na epoca errada, porque quase tudo nos anos 50 me fascina!
eu mudei-me para o porto recentemente e conheço muito pouco..por isso queria perguntar se teem alguma informação que me possam dar, em relação a sitios que possa frequentar, dentro do estilo!
obrigado


De lourenço a 6 de Novembro de 2011 às 00:25
a onde arranjo vestuario psycho aqui no porto de homem


Comentar post

mais sobre mim
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Rasta

Beatnik (60's)

Hipster (2000's)

Vintage (70's - 90's)

Heavy (70's)

Retro (60's)

Rock

Ploc (80's revival)

Indie (rapazes)

Indie (raparigas)

arquivos

Março 2011

Março 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2008

tags

avisos

movimento beatnik

movimento cyber

movimento emo

movimento goth

movimento grunge

movimento harajuku

movimento heavy

movimento hippie

movimento hipster

movimento indie

movimento lolita

movimento ploc

movimento punk

movimento rasta

movimento retro

movimento rock

movimento rockabilly

movimento scene

movimento skater

movimento vintage

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds