Terça-feira, 18 de Agosto de 2009

Kurt Cobain (vocalista da banda Grunge: Nirvana)

Grunge é um movimento musical, derivado do Rock, que nasceu nos finais dos anos 80 e desenvolveu-se nos anos 90 no estado norte-americano de Washington, especialmente na cidade de Seattle, sendo popularizado no Mundo através dos Nirvana. É constituído por temas como alienação social, apatia, desejo de liberdade e rebeldia. Ao contrário das outras vertentes do rock, o Grunge adoptou um caminho mais desleixado, preferindo o aspecto sujo e quase que selvagem, eternizado por Kurt Cobain e na sua complexa relação amorosa com Courtney Love.  

 

Dicas:

1.    A música é um dos elementos mais importantes do movimento, pois foi a partir deste género musical que ele evoluiu. No panorâma musical, existem os Quatro Grandes do Grunge: Nirvana, Pearl Jam, Soundgarden e Alice In Chains. Procura também por The Melvins e Mudhoney. Existem ainda muitas mais bandas deste género musical, faz pesquisas, conversa com outras pessoas que tenham o mesmo gosto musical que tu. A música é sempre um excelente tópico de conversa.
 

2.   A mentalidade Grunge, é o elemento crucial, pois dela deriva o vestuário e a música. São contra a sociedade de consumo, contra a valorização da imagem em deterioramento dos sentimentos e do que é real, como por exemplo o Amor. Para o movimento Grunge, o dinheiro nada importa. Como tal, adoptaram uma postura de alienação, como que mentalmente excluídos da sociedade (aqui entra o consumo de droga, para ajudar a este efeito), o aspecto sujo, soturno e desleixado, numa crítica à sociedade que valoriza a moda, a imagem e que tem a opinião que o dinheiro pode comprar tudo, ou seja, contra o capitalismo. Em ideais políticos, tendem a cair para o Anarquismo, tal como o movimento Punk. Rebeldes por uma causa, tendem a cair na depressão da sua solidão, no excesso de álcool, de drogas e de outras substâncias, sendo o que aconteceu a alguns dos grandes nomes do panorâma artístico do Grunge.

 

3.  O look Grunge, o modo com te vestes é o modo como te apresentas ao Mundo, como mostras a tua identidade, personalidade e gosto musical: tudo isto se reflecte no teu vestuário. Retirando inspiração das letras das músicas, a moda Grunge reflecte o inconformismo com a sociedade, o anseio por liberdade e especialmente, o não querer saber. É um estilo meio "sujo", deslavado, rasgado, agressivo sem chegar ao extremo do Punk, desapegado.

 

o    Para os rapazes: Cabelos compridos, selvagens, pouco cuidados, é o penteado mais popular entre o movimento, pois demonstra desapego da sociedade consumo; podes inclusive cortar o teu cabelo em casa, seria hipócrita defender o desapego da sociedade e frequentar cabeleireiros. Assim como comprar roupa cara e de marca é uma hipocrisia. Este é um movimento que fica bastante económico, diga-se de passagem. Casacos militares, casacos e blusões de cabedal e blusões de ganga. Calças de ganga rasgadas, calças pretas, calças justas, calças largas, camisolas de cores escuras (lisas, sem estampados), camisolas de bandas, camisas de flanela são essenciais (com padrão tartan escocês, com ar desgastado). O calçado mais popular no movimento inclui Converse All Stars, Doc Martens e botas de couro. Os óculos de sol também têm a sua parte integral na moda Grunge, Kurt Cobain usava o modelo Jackie O(grandes, arredondados, de massa e brancos), o modelo de óculos Windsor (iguais aos de John Lennon e Ozzy Osbourne) também é popular no movimento.

 

o    Para as raparigas: Têm as dicas parecidas às dos rapazes, mas têm mais espaço para serem mais femininas. Contudo, afasta-te do look "arrumado", este é um estilo agressivo, que prima pelo desleixo. Não uses um penteado elegante; escolhe cabelos longos e desalinhados, ou curtos, com franjas dramáticas. O clássico Grunge da camisa de flanela desgastada também é um item a ter. Calças justas pretas e de ganga, rasgões, collants pretos rasgados, mini-saias de cabedal, camisolas de bandas, camisolas com cores escuras lisas ou com estampados de leopardo ou tartan escocês. Blusões de cabedal e de ganga são os "teus" casacos. Para calçado, os mesmos: Converse All Stars, Doc Martens e botas de couro. Contudo, podes usar saltos altos, pesquisa por looks e observa. Como acessórios, os anéis grandes são populares e os óculos de sol escolhe o modelo Windsor (iguais ao de John Lennon e Ozzy Obsbourne) e modelos ou imitações de modelos Ray-Ban.

 

Acessórios femininos do movimento Grunge

 

Sugestões:

·         Algo que deves manter em mente é não modificar o teu modo de vestir apenas porque pensas que isso irá fazer com que sejas mais "fixe", ou para mostares superioridade em relação aos outros. Grunge não é acerca disso. É sobre não se importar com o que os outros pensam de nós e seguir o nosso próprio caminho. E sobretudo, mantem-te sempre fiel a ti próprio;

·         A paixão pela música é crucial neste movimento, pois ela influencia tudo; através das suas letras que apelam à liberdade, à alienalção social e à aspiração de seguir o próprio caminho. Procura pelas biografias dos artistas Grunge para te inspirares e conheceres melhor este movimento, pela vida de quem o criou. Artistas dos quais podes procurar a biografia incluem: Kurt Cobain, David Grohl, Layne Staley, Jerry Cantrell, Chris Cornell, Eddie Vedder e Andrew Wood;

·         Em termos musicais, para além de Grunge, outras vertentes do Rock também são ouvidas, como o Rock Alternativo, o Indie Rock, as vertentes do Punk, assim como as várias vertentes do Metal e Hardcore são populares. Vai a concertos de bandas de garagem, a cena underground costuma ter bons músicos, só que não têm oportunidade de se expandir. Pesquisa por bandas, conversa com pessoas que tenham o mesmo gosto musical que tu para conhecer novas influências.

Duas raparigas desconhecidas do movimento Grunge 

 

Avisos:

·      O consumo de drogas foi muito popular no movimento e levou à queda de grandes artistas Grunge como Layne Staley, vocalista dos Alice In Chains e até mesmo de Kurt Cobain, assim como outros membros anónimos do movimento. Há que vincar que não tens nem deves consumir drogas apenas porque no passado (e no presente) é habitual o seu consumo. As drogas são destrutivas, isto não é uma visão conservadora, é factual, pois são misturas químicas (não falando das drogas de origem natural e não alteradas em laboratórios, como é o caso da marijuana), como exemplo: a heroína e a cocaína. Mantem-te afastado desses elementos destrutivos;

·        Grunge integrasse no movimento da alternativa à sociedade vigente, logo julgamentos e críticas são frequentes de serem ouvidas devido à ignorância e incompreensão de quem está fora do movimento. Não tomes atenção a esses comentários, alias um dos lemas principais do Grunge é não se importar com o que é superficial e com a opinião dos outros. Se não gostam do modo como te apresentas, problema o deles. Sê fiel a ti próprio, segue a tua própria personalidade e trilha o teu próprio caminho. Este movimento é acerca da liberdade individual, não dando ouvidos à sociedade e aos seus costumes, segue a tua liberdade e o verdadeiramente pensas. 

Excerto da revista "Harper's Bazaar", edição de Outubro de 2009

 

 


música "We Die Young" - Alice In Chains

publicado por Be Alternative Blog às 23:53 | link do post | comentar

18 comentários:
De add a 19 de Agosto de 2009 às 00:23
Esta mt bem explicado!!!mas infelizmente este n é o estilo indicado para mim.continua com o bom trabalho!fica bem


De dany a 15 de Setembro de 2009 às 17:31
olha desculpa, sabes onde é que eu posso comprar camisolas dos Nirvana, Alice in Chains, Gun n' roses, assim dessas bandas.

obrigada :]


De Be Alternative Blog a 19 de Setembro de 2009 às 09:46
isso depende de onde vives.
encomendar de um site de merchandise oficial deve ficar um pouco caro.
tenta no ebay; há lá t-shirts oficiais baratas.


De psychovstheworld a 17 de Março de 2010 às 00:27
unkind.pt :D
Espero ter ajudado :D


De DA a 4 de Outubro de 2009 às 18:44
Epa, tá aqui muita coisa muito bem explicada, eu sou grunge, mas acho que exageraste nalgumas cenas...
tipo, um grunge assume-se como grunge LOOL nao anda aí a dizer que é outra coisa, e depois, ha sempre a controversia do.. nunca ninguem soube dizer o que o grunge é, portanto isto é util mas tambem futil


De Airton a 26 de Novembro de 2010 às 18:50
Olha eu sou Grunge, mais meu amigo diz que eu tenho que andar com os Grunges da minha cidade, só que o problema é que todos eles usam drogas e meu amigo diz que eles obrigam a usar drogas..... o que eu faço para não aceitar, eu ando ou não ando com os Grunges da minha cidade ?


De Renato a 4 de Fevereiro de 2011 às 21:27
Maniw se você não gosta, não se identifica e tudo mais...que adianta falar mal? só te torna uma pessoa chata, pois ninguém curte que falem mal do que gosta...se não tem nada de bom para falar, não fala fica suave...e assim segue a sociedade...


De rafael a 7 de Fevereiro de 2011 às 04:20
vou ser o primeiro kurt cobain que o brasil ja teve , bem pelo menos tentar ser bem igual a ele nem eu e nem NUMCA nimguem consiguira ser.


De Kayke a 12 de Fevereiro de 2011 às 16:06
Bom gostei pra quem ta no começo


De Aninha a 15 de Maio de 2011 às 21:42
-Adorei ! Sempre gostei desse estilo,até o jeito de pensar dos grunges
Nirvana Sempre


De Carolina a 22 de Julho de 2011 às 17:22
gente, eu estou vendo todos os comentários e parecem que absolutamente TODOS vocês estão tentando ser alguém vocês não são! As pessoas escolhem seguir o movimento grunge por própria vontade, vocês não precisam seguir o "modelo Kurt Cobain ", pelo bem da sociedade, SEJAM VOCES MESMOS! Todos reclamam daqueles playboys ou das patricinhas pelo fato delas não terem personalidade própria e por serem todos iguais, mas gente, pelo amor de deus, vocês estão sendo hipócritas ao falarem isso, porque todos querem ser incluidos em alguma espécie de grupinho e pra isso vocês acham que devem agir como alguma outra pessoa que é considerada a "líder" de tal grupo! Vou explicar, SEJAM VOCES MESMOS QUE VOCES VAO SER INCLUIDOS EM UMA TRIBO E ELAS VAO TE ESCOLHER DE ACORDO COM O QUE VOCE REALMENTE ´E , E NAO POR QUEM VOCE QUER TENTAR SER! Além disso tem uma frase muito famosa do próprio Kurt Cobain "eu prefiro odiar quem eu sou do que amar quem eu não sou". Sim, eu posso estar errada por estar generalizando tudo, porque eu sei que existem algumas pessoas que tem apenas curiosidades sobre o movimento, ou querem ver se é realmente algo que acham ser "o melhor" e tal, mas muitos de vocês estão sendo (desculpe falar, mas) estúpidos em querer ser igual ao Fulaninho. Desculpa por me stressar , mas eu achei um absurdo. Sim, eu sigo o movimento grunge e o punk (que são relativamente parecidos), mas eu escolhi isso desde pequena, por sempre ter tido uma mentalidade revoltada contra a sociedade capitalista e o governo, até que eu ouvi falar dos movimentos e resolvi ler sobre, mas eu continuo sendo a mesma pessoa, é isso que eu digo, minha mentalidade ou os meus costumes não tiveram que mudar para eu aderir ao movimento, não foi algo que eu nasci com, eu adquiri com o tempo, mas eu fui concordando cada vez mais com as características dos movimentos.


De Carolina a 22 de Julho de 2011 às 17:24
(continuação do outro comentário) Olha, está muito bem explicado e tudo isso, mas eu realmente achei estupidos muitos dos comentarios. Eu posso estar julgando pela capa, mas eu tenho certeza que muitos estão tentando ser assim.


Comentar post

mais sobre mim
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Rasta

Beatnik (60's)

Hipster (2000's)

Vintage (70's - 90's)

Heavy (70's)

Retro (60's)

Rock

Ploc (80's revival)

Indie (rapazes)

Indie (raparigas)

arquivos

Março 2011

Março 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2008

tags

avisos

movimento beatnik

movimento cyber

movimento emo

movimento goth

movimento grunge

movimento harajuku

movimento heavy

movimento hippie

movimento hipster

movimento indie

movimento lolita

movimento ploc

movimento punk

movimento rasta

movimento retro

movimento rock

movimento rockabilly

movimento scene

movimento skater

movimento vintage

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds