Quinta-feira, 20 de Agosto de 2009

Fotografia retirada do LookBook

 

O subgénero musical Indie Rock surgiu nos anos 80 nos Estados Unidos da América e na Grã-Bretanha, com influências do Grunge e Hardcore. O termo "Indie" era usado para descrever qualquer música Rock que era produzida por gravadoras independentes e bandas underground, nos anos 80 e 90. Os artistas de Indie Rock são conhecidos por controlarem toda a sua produção musical e carreira, não se adaptando à mainstream. Contudo, a partir do início do novo milénio, a música Indie Rock tem conseguido imensos fãs, mesmo fora da comunidade alternativa. O termo "Indie" é um diminuitivo de "Indepedent".  Conhecidos como sendo contra a mainstream, contra o que está na moda, valorizam a diferença, inconformistas, com uma certa atitude arrogante de não se importarem com a opinião dos outros, inteligentes, cultos e extremamente independentes e individuais.

 

Dicas:

 

1.    Música Indie Rock. Este é um movimento que fluiu do subgénero, e cuja música influenciou o comportamento, o vestuário e os interesses dos seguidores do movimento. O subgénero surgiu nos anos 80 e 90 nos EUA e na Grã-Bretanha, influenciado pelos movimentos Rock Alternativo, Post-punk e New Wave. Nos anos 80, na Grã-Bretanha, as bandas que emergiam do Punk e começaram a lançar trabalhos através de gravadoras independentes. Artistas importantes que se distinguiram: Aztec Camera, Orange Juice, The Smiths, The Stone Roses, The Jesus and Mary Chain, Happy Mondays e My Bloody Valentine. Nos EUA, nos anos 80, as bandas que brilharam no panorâma Indie, influenciadas pelos movimentos Grunge e Hardcore, foram: Hüsker Dü, Dinosaur Jr, Pixies, Sonic Youth e Big Black. Actualmente, destacam-se: The Arctic Monkeys, The Killers, Bloc Party, Modest Mouse, Vampire Weekend, Grizzly Bear, The Arcade Fire, The Cooks, Regina Spektor, The Gossip, The Hives, Snow Patrol, Blur, Oasis, Kasabian, Kaiser Chiefs, Cansei de Ser Sexy, Clap Your Hands Say Yeah, Dirty Pretty Things, We Are Scientists, Youth Group, Yeah Yeah Yeahs, Blood Red Shoes, Franz Ferdinand, X-Wife. 

2.     Indie é mais um movimento do que uma cultura, cada pessoa cria a sua própria tendência, mas o padrão que liga os seguidores do movimento são o desejo por independência face ao sistema e à cultura Pop, a recusa do mainstream e do popular, a paixão por Londres e Paris, a tendência à solidão, a pitada de arrogância e sarcasmo, a forte paixão pela música e pelas Artes e o individualismo. A ideia é ser da alternativa, ser original, diferente, criativo e usar aquilo que mais ninguém usa.

3.     Vestuário. Blusões de ganga ou de cabedal. Casacos, camisolas de lã, pólos, pullovers, cintos, sapatos e estampados Vintage, casacos de malha, calças justas, Reebok clássicas, sapatilhas de pano com atacadores, Doc Martens, Converse All Stars, pólos, camisas, camisolas de cores lisas ou com estampados. A paleta de cores varia conforme o gosto pessoal, tanto pode recair nos pretos e cinzenta como cores vibrantes, como vermelhos, azuis, verdes, amarelos. Os óculos de sol mais usados são os Ray-Ban Wayfarer, Clubmaster assim como óculos de sol Windsor (popularizados por John Lennon), óculos usados nos anos 80, óculos Buddy Holly.   

4.    Cultura. Os rapazes do movimento Indie são conhecidas por se interessarem pela Cultura, pelas Artes e por outros campos intelectuais. Actualizando-se no que se passa no Mundo e acerca da política, interessam-se sobre o que se passa em redor deles, a maior parte das seguidores deste movimento estão na área das Artes, mas também nas Humanidades, mas como em tudo, existe pessoas diferentes em todas as áreas.

Fotografia retirada do LookBook



Sugestões:

  • Procura música. A música é uma parte extremamente importante na vida dos seguidores do movimento Indie. Além de Indie Rock, podes procurar por mais subgéneros do grande género musical que é o Rock. Os mais populares dentro do movimento são o Grunge dos anos 90 e música Britânica. No entanto, podes expandir-te a outros géneros musicais. Se gostas de dançar e clubes nocturnos, o Electro é uma boa opção. Assim como subgéneros do Metal, Jazz, Blues, os que gostares.
  • Sê uma pessoa de mente aberta. Apesar de muitos Indies serem arrogantes e até um pouco elitistas, se a tua personalidade não é assim, não tens de esforçar arrogância e manias de superioridade. Se tiveres uma atitude mais relaxada e aceitares as outras pessoas como são, mesmo que não pertençam à comunidade alternativa, serás mais bem sucedido na tua vida social.

Rapaz numa versão mais simples de Indie (fotografia retirada do LookBook)



Avisos:

·         Não sejas exibicionista. Não te gabes sobre seres Indie. É desagradável, aborrecido e irritante as pessoas estarem sempre a ouvir as tuas arrogâncias. Além disso, as pessoas irão reparar que és diferente, pelas tuas acções, gostos, interesses e vestuário. Não necessitas de estar a reforçar essa ideia, falando constantemente nisso. Só te vai tornar fútil e superficial. 

·        Sê social. O Indie é acerca de ser independente, solitário e individual, mas isso não significa que tenhas de ter um comportamento anti-social. Se tens amigos da cultura Pop, não tens nem deves de deixar de lhes falar porque não têm os mesmos interesses que tu. Aceita as pessoas como elas são, não como queres que elas sejam. Se queres ser aceite, o primeiro passo é aceitar os outros, recorda-te.  

 Fotografia retirada do LookBook

 

·      Nota:

·     Cultura Pop – oposto da Cultura Rock (conjunto de subculturas alternativas derivadas do Rock e dos seus estilos musicais). A Cultura Pop é a cultura das massas, do comerciável, do que “está na moda”, é formada pelas pessoas comuns da sociedade e que se vestem e agem conforme a sociedade dita (moda, música comercial, etc.).

 

 


música "She Moves In Her Own Way" - The Kooks

publicado por Be Alternative Blog às 00:03 | link do post | comentar

9 comentários:
De naomi a 21 de Agosto de 2009 às 00:05
~http://mymakeupblog.blogs.sapo.pt/ , se gostas de maquilhagem não deixes de visitar e comentar. x)
aceito pedidos.

Beijinhos, Naomi. @


De mike a 4 de Novembro de 2009 às 23:33
ainda não encontrei lojas que tenham calças totalmente skinny. sabe onde há em lisboa?


De Be Alternative Blog a 19 de Novembro de 2009 às 08:50
Pois, os rapazes têm muitas dificuldades em encontrar calças justas.
Os meus amigos compram calças de rapariga, quando querem skinny mesmo justas.


De Toshio a 15 de Março de 2011 às 18:33
olha, acho que na H&M as calças são praticamente justas, mas se queres mesmo mesmo justas, mas nao sao as melhores pq com o tempo alargam por isso como já disseram aqui, ve na secção de mulher (que é o que eu faço)


:)


De I love Indie Boys <3 a 1 de Abril de 2010 às 13:21
Deliciosos esses meninos! :P


De rafael a 15 de Abril de 2011 às 21:35
Olá o que vocês e o "Be Alternative Blog" acham de: "beady eye" e "lykke li"?


De Juliano a 16 de Maio de 2011 às 16:31
Assim tem falando muito pouco do indie da eletronica, os indies atuais. Muita banda tipo o Copacabana Club, tem o Daniel Peixoto que é envolvido a muita eletronica e a muita moda, muitas bandas de sucessos que são atuais, indies que se jogam na balada, indies que gosta dos anos 70 de musica antiga e atual, tem muita coisa, então aumenta mais o textinho. Obrigado pela atenção. Beaj


De Lii a 3 de Julho de 2011 às 14:34
Hi, estive a ver este post e o dos hipsters...bem, fiquei confusa :S alguém me explica as grandes diferenças entres estes dois estilos? agradecia imenso (:


De FreeHugs a 2 de Setembro de 2011 às 16:50
Hey. Para as calças justas os meus amigos costumam comprar calças da ZARA e depois de lava.las pôr na máquina de secar.. ao que parece resulta sempre...;)


Comentar post

mais sobre mim
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Rasta

Beatnik (60's)

Hipster (2000's)

Vintage (70's - 90's)

Heavy (70's)

Retro (60's)

Rock

Ploc (80's revival)

Indie (rapazes)

Indie (raparigas)

arquivos

Março 2011

Março 2010

Novembro 2009

Agosto 2009

Julho 2008

tags

avisos

movimento beatnik

movimento cyber

movimento emo

movimento goth

movimento grunge

movimento harajuku

movimento heavy

movimento hippie

movimento hipster

movimento indie

movimento lolita

movimento ploc

movimento punk

movimento rasta

movimento retro

movimento rock

movimento rockabilly

movimento scene

movimento skater

movimento vintage

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds